quinta-feira, 10 de junho de 2010

EPILEPSIAS

O QUE É EPILEPSIA?
 
     Epilepsia é uma disfunção neurológica que interrompe, temporariamente, as funções do cérebro. É diagnosticada após o indivíduo ter duas ou mais crises epilépticas não provocadas por fatores exógenos.
     O QUE É UMA CRISE EPILÉPTICA?
     É  uma descarga elétrica anormal generalizada ou de um determinado grupo neuronal. Os sintomas dependem da localização da descarga, e podem ser convulsivos ou não. 
     TODAS AS PESSOAS QUE SOFREM CRISES EPILÉPTICAS TÊM O DIAGNÓSTICO DE EPILEPSIA?
     Não. As crises podem ser provocadas por fatores exógenos, como febre, infecções, trauma, distúrbios eletrolíticos, erros inatos do metabolismo, intoxicações. São mais comuns nas crianças devido à imaturidade de seu sistema nervoso.
     QUAIS SÃO OS TIPOS DE CRISES EPILÉPTICAS?
     As crises epilépticas podem ser generalizadas, se a disfunção ocorrer nos dois hemisférios cerebrais, e focal se a descarga ocorrer em apenas um grupo neuronal. Os sintomas dependem do local onde ocorre a descarga, já que cada área do cérebro é responsável por uma função.  Quando há manifestações motoras, é denominada "convulsão"
     CLASSIFICAÇÃO DAS CRISES EPILÉPTICAS
     Versão resumida da classificação das crises:


1. Crises Parciais (ou focais)

Crises parciais simples (CPS)

• com sinais motores
• com sinais sensitivos somatossensoriais ou especiais
• com sinais ou sintomas autonômicos
• com sintomas psíquicos.

Crises parciais complexas (CPC)

• início de crise parcial simples seguida por alteração da consciência
• alteração de consciência no início

Crises secundariamente generalizadas

• CPS evoluindo para crises tônico-clônicas generalizadas (CTCG)
• CPC evoluindo para CTCG
• CPS evoluindo para CPC e então para CTCG. 

2. Crises Generalizadas (desde o início)


CTCG Crises de ausência
Crises de ausência atípica
Crises mioclônicas
Crises tônicas
Crises clônicas
Crises atônicas.

3. Crises não classificáveis (informações incompletas ou inadequadas)
     Referências Bibliográficas:
1. RIESGO, R.S., L. ; FREIRE, C. . Convulsões. In: Newra Tellechea Rotta; Lygia Ohlweiler; Rudimar Riesgo. (Org.). Rotinas em Neuropediatria. Porto Alegre: Artmed, 2005, v. , p. 61-76.
2. Site da Liga Brasileira de Epilepsia: http://www.epilepsia.org.br/epi2002/index.asp