quinta-feira, 25 de junho de 2009

Medicamentos para Crianças Hiperativas - Excessos

Não há como negar que o Transtorno de Hiperatividade com Déficit de Atenção(THDA) existe.
Com muito empenho e seriedade, profissionais pesquisaram, descobriram esse transtorno, e continuam seus estudos para que possamos entender cada vez melhor essa alteração neurológica que tanto atrapalha o dia-a-dia das crianças, adolescentes, adultos...
No entanto, também não há como negar a enorme dificuldade dos pais em dar limites aos seus pequenos. A permissividade tem sido tanta que as crianças ficam confusas, gerando ansiedade e frustrações.
Sabemos que a criança precisa de regras, horários, supervisão. Precisa aprender a aceitar o "não", a entender a autoridade dos pais, e isso está cada vez mais difícil.

Infelizmente, muitas vezes a situação perde o controle e os pais vão aos consultórios "pedindo socorro". Muitas vezes pressionados pela escola ou pelo caos em suas casas, querem logo que a criança seja medicada, contida quimicamente.

Por isso, é importante que cada caso seja examinado cuidadosamente. O THDA existe, mas não é o diagnóstico para todos os casos em que existe "dificuldades para aprender" ou "temperamento difícil". É necessário considerar todos os diagnósticos diferenciais, oferecer um ambiente familiar e escolar adequados, descartar causas psiquiátricas ou psicológicas. Que o bom senso predomine!!!